A bolha

Todos nós temos o nosso lugar seguro. O sítio onde podemos ser nós próprios e rendermo-nos durante uns dias, umas horas, minutos, ou às vezes até breves momentos em que precisamos isolar-nos de qualquer pessoa ou situação . 

Podemos ter um lugar imaginário, para onde voamos quando precisamos fugir, podemos ter um lugar físico, a que recorremos quando precisamos de parar para respirar (e apenas respirar) ou criamos uma bolha imaginária à nossa volta e que nos protege dos outros, das energias sanguessugas de alguns e das tristezas e desassossegos dos demais.

O importante é encontrar esse lugar. E para além de construir estes espaços, continuar a viver em verdade para connosco e para com os outros. Sem rumores, sem especulações.

E quando já temos todos estes lugares definidos e a “funcionar”, é sempre bom encontrar novos para nos energizarmos.

  

E que a bolha seja um sítio para pensar e recuperar forças e nunca para fugir ao que não queremos enfrentar. Vamos a isso!

   

  

Anúncios

Uma opinião por dia...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s