Impulse

E se a sua casa cheirar a cebola, isso é… ter dois miúdos em casa cheios de tosse. Para quem não sabe, cortar uma cebola ao meio e colocar no quarto reduz (ou anula) aqueles ataques de tosse nocturnos. Mas depois… a minha casa ganha o Guiness de maior refogado.

Em jeito de resumo do mês de janeiro, pareceu-me que foi mesmo para esquecer. Entre níveis de cansaço com miúdos doentes e as mesmas (ou mais) responsabilidades de pessoa adulta com contas para pagar, passou e não me deixou saudades.

Foi mês de reflexão sobre o que há para melhorar. E foi mês de confirmação de que há muito para mudar.

O mês de janeiro foi uma “grande dor de crescimento”, como as que tinha nos joelhos aos 13 anos. Esta agora é menos física mas avisa que a vida não para e não espera que te adaptes. E “cheira-me” que fevereiro será igual.

Das partes “fúteis” e bem importantes: cabelo e unhas continuam muito fracos. A considerar fazer um suplemento para além das ampolas. 

A não perder peso como gostaria, mas o cansaço obriga-me a comer grandes desgraças cheias de açúcar para me manter acordada.

Sei que são ainda 7 meses, e sei que tudo voltará ao lugar. Em breve vou iniciar este tratamento de emagrecimento detox que a Yves Rocher me enviou: creme redutor e  o drenante à base de chá verde e mangostão. 


Não vou começar já porque sei que não vou cumprir. Março será melhor (tem de ser) e depois vou partilhando os resultados.

#vamosaisso

And if your house smells like onion, that’s … having two kids at home coughing. For those who do not know, cutting an onion in half and putting it in the bedroom reduces (or magically disappears ) those nocturnal coughing attacks. But then … my house wins the Guiness of the biggest stew in Portugal.

As a summary of the month of January, i would rather forget it. Between levels of tiredness with sick kids and the same (or more) responsibilities of being an adult person that pays bills, the month passed by and I do not miss it at all.

It was a month of reflection on what there is to improve. And it was a month of confirmation that there is much to change.

The month of January was a “growth pain”, like the one that I had on my knees when I was 13. This is now less physical but warns that life does not stop and does not expect you to adapt. And it smells like February is chapter 2 of this adventure.

And now the important stuff: hair and nails remain very weak. Considering taking a supplement in addition to the hair treatment.

Not losing weight as I would like, but tiredness compels me to eat heavy amounts of sugar-filled things, in order to keep me awake.

I know only 7 months have passed, and I know it will all come back to normal mode (best part of having a second kid). Soon I will start this detox weight loss treatment that Yves Rocher sent me: a sliming and firming cream and a slim draining with green tea and mangosteen.

I will not start now because I know I will not make it. March will be better (it has to be) and then I’ll share the results.

#letsdoit

Anúncios

Uma opinião por dia...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s